Uma nova técnica de reprodução assistida permite tratar os casos de infertilidade em que o factor masculino é severo.

Esta técnica foi apelidada de microinjecção introcitoplasmática de espermatozóides morfologicamente selecionados e permite observar a morfologia dos espermatozóides em grande definição.